Redes Sociais: Como criar uma estratégia de conteúdos

Como criar uma estratégia de conteúdos para redes sociais

Como criar uma estratégia de conteúdos para redes sociais

Quer tenha um restaurante, alojamento, loja, atelier, clínica ou projeto digital, as redes sociais são uma excelente ferramenta para dar a conhecer e promover o seu negócio.

Se ainda tem dúvidas, em relação ao seu alcance e impacto, saiba que as redes sociais têm mais de 3.80 mil milhões de usuários ativos, em todo o mundo (We Are Social Report, 2020). O que representa uma excelente oportunidade de comunicação para a sua marca.

Lembre-se de que as pessoas acedem às redes sociais para se relacionar com os outros, obter inspiração e descobrir locais e soluções que lhes interessam.

Como tal, alimentar a sua página com conteúdos relevantes e de qualidade é fundamental para atrair novos seguidores e aumentar a interação com a sua audiência.

Mas como sei que conteúdos devo criar para as minhas páginas?

É o que vamos explicar, já de seguida.

8 etapas para criar uma estratégia de conteúdo

 

estratégia para redes sociais

1. Defina os seus objetivos de negócio

Criar uma página online sem traçar os seus objetivos é como planear uma viagem sem escolher o destino. Este é o primeiro passo para a criação de uma estratégia de conteúdos: definir o caminho e as metas a atingir.

O que pretende das redes sociais?
  • Dar a conhecer o seu espaço ou projeto
  • Aumentar a notoriedade da sua marca
  • Gerar uma maior interação com os seus conteúdos
  • Atrair visitantes para o seu website ou landing page
  • Angariar leads para o negócio
  • Divulgar um lançamento ou projeto
  • Gerar vendas ou inscrições
  • Fidelizar os clientes à sua marca

Assim, vai saber que conteúdos deve criar e em que etapas.

2. Analise as redes sociais da concorrência

Uma boa fonte de informação e de inspiração é analisar as páginas dos seus concorrentes. Veja como se apresentam (bio), que tipo de conteúdos produzem, em que formato e com que frequência.

Outra dica, é pesquisar quais foram os posts que geraram uma maior interação (gostos, partilhas e comentários). Aproveite para ler os comentários, de modo a pesquisar quais são as dúvidas, receios e dores mais frequentes das pessoas. O que pode ser uma boa fonte de informação para criar os seus próprios conteúdos.

E, acima de tudo, inspire-se, mas não copie! A ideia é que desenvolva um posicionamento único e uma linha editorial diferente dos seus concorrentes.

Como criar uma estratégia de conteúdos para redes sociais

3. Estabeleça uma estratégia para as redes sociais

Tal como define uma estratégia para o seu negócio, é importante definir um plano para as redes sociais.

5 Pontos para definir a estratégia de comunicação:
  1. Qual é o seu posicionamento – Quais são os serviços ou produtos que oferece e de que forma se diferencia da concorrência
  2. Que objetivos pretende atingir – Quais são as suas metas 
  3. Para quem deseja comunicar – Qual é o perfil do seu cliente ou decisor de compra
  4. Qual é o formato de comunicação mais adequado – Texto, fotos, vídeos, tutoriais, stories, questionários, webinars ou lives
  5. Com que frequência vai partilhar conteúdos e em que plataformas – Tanto no feed, como nas stories

4. Identifique as suas personas

Saber para quem quer falar é um bom ponto de partida para definir os conteúdos e tom de voz, mas também para avaliar quais são as redes sociais em que vale a pena apostar.

Ou seja, é diferente falar para pais ou para adolescentes, pois a forma de abordagem, o formato e o tipo de conteúdos é necessariamente distinto. Além disso, têm hábitos e comportamentos de consumo diferentes.

O melhor dia e o horário de publicação também pode variar, de acordo com o seu público. É importante que conheça os hábitos da sua audiência e que vá ao encontro do seu estilo de vida.

Se os seus clientes trabalham a tempo inteiro, é natural que os períodos de maior alcance se situem antes e depois do horário de expediente ou durante a hora de almoço, altura em que têm uma maior disponibilidade.

Outra dica importante, é identificar as dores dos seus clientes e qual é a sua proposta.

  • Quais são os seus maiores receios e dúvidas mais frequentes?
  • Quais são os problemas para os quais tem uma solução?
  • Como pode ajudá-los a atingir os seus objetivos?

5. Defina o ADN de conteúdo

Antes de começar a produzir os conteúdos e definir qual é o melhor formato, tendo em conta as suas personas, é essencial criar o ADN de conteúdo.

Este representa a sua identidade digital, ou seja, o que o distingue dos concorrentes, ao nível do posicionamento e comunicação.

Construa uma identidade digital forte:
  • Posicionamento Único – Como se vai posicionar em relação à concorrência e como quer ser visto pela sua audiência
  • Proposta Única de Valor – Qual é a maior solução que oferece às pessoas, através do seu conteúdo
  • Transformação do Conteúdo – O que pretende que os seguidores façam com o seu conteúdo. Que ações deseja da sua audiência
  • Ideia Central do Conteúdo – Que ideias ou abordagens podem ser inovadoras e originais face à concorrência. Qual é a contribuição do seu projeto e que mitos ou receios vai ajudar a desmistificar

Como criar uma estratégia de conteúdos para redes sociais

6. Defina a suas linhas editoriais

Depois de ter identificado os seus objetivos, posicionamento e personas, chegou a altura de definir as suas linhas editoriais.

Já pensou quais são os temas mais relevantes e apelativos para a sua audiência?

Se tem uma loja de moda e acessórios, é natural que a sua audiência queira conhecer as novidades de cada coleção. Porém, ter uma página apenas com fotos de produtos pode tornar-se monótona e demasiado comercial.

Proposta de linhas editoriais:
  • Dicas de moda – Dar dicas de moda, de como o seu cliente pode conjugar as diferentes peças de roupa e acessórios; quais são as melhores combinações para resolver uma situação específica (por exemplo, parecer mais alto ou magro) ou em que básicos de moda deve investir
  • Tendências de moda – Dar a conhecer as tendências da estação, que os clientes podem encontrar na sua loja
  • Bastidores – Mostrar os bastidores do seu atelier ou de uma sessão fotográfica ou vídeo para as redes sociais
  • Sugestões de outfits – Propostas para diferentes ocasiões, como uma festa ou look de trabalho
  • Loja – Divulgar a sua loja, convidando as pessoas a conhecer o espaço. Desde dar a conhecer os colaboradores que estão no atendimento aos clientes, como mostrar peças que acabaram de chegar e detalhes decorativos
  • Testemunhos – Publicar opiniões positivas dos seus clientes
  • Artigos publicados nos media – Partilhar artigos publicados em revistas ou media online sobre a sua loja ou as marcas que comercializa
  • Colaborações com influenciadores – Através de parcerias e acordos, partilhar conteúdos criados por influenciadores com a sua marca
  • Passatempos – Oferta de produtos ou serviços da sua marca para quem seguir as suas redes sociais ou registar os seus dados para a newsletter

Estas são apenas algumas sugestões de linhas editoriais, que pode definir para comunicar a sua marca.

De realçar, que deve ter um bom equilíbrio entre conteúdos comerciais (com o objetivo de gerar vendas) e conteúdos que sejam do interesse dos seus clientes: informativos, educativos, de entretenimento, culturais, tutoriais, entre outros.

Como criar uma estratégia de conteúdos para redes sociais

7. Trabalhe com influenciadores

Outra forma muito eficaz de aumentar a notoriedade da sua marca, é recorrer a influenciadores da sua área de negócio ou que tenham um perfil de audiência semelhante ao seu.

Assim, vai estar a comunicar para a sua base alargada de seguidores, através de uma personalidade vista como líder de opinião, e atrair novas pessoas para a sua página ou website.

Não se esqueça também de avaliar se os valores e estilo de vida do influenciador estão em sintonia com o seu posicionamento. A reputação online depende da relação de confiança e de credibilidade criada entre a marca e os seus seguidores.

Existem várias formas de colaboração com influenciadores, desde promover um passatempo, divulgar um código de desconto para compras, recomendar as suas soluções, demonstrar como funciona o seu produto (tutoriais), evidenciar os resultados alcançados com a sua solução ou realizar uma sessão fotográfica ou vídeo para a sua marca.

8. Escute e interaja com a sua audiência

Este é um ponto descurado por algumas marcas, que se limitam a publicar conteúdos, mas que depois se esquecem de responder aos comentários ou pedidos dos seguidores.

As páginas comerciais permitem a recolha de dados estatísticos da audiência (idade, sexo, país, idioma, alcance, interação, entre outros), bem como conhecer as suas opiniões e dúvidas. São, por isso, uma boa fonte de informação, a partir da qual pode testar novidades e obter uma resposta direta da sua audiência.

Com o lançamento das Insta Stories, é possível ainda realizar questionários e perguntas. O que pode ser útil para testar e prever comportamentos de compra, mas também para detetar eventuais necessidades e oportunidades de negócio.

Analise quais são as suas dúvidas ou receios mais frequentes e que perguntas são feitas sobre os seus produtos ou serviços. Estes dados são valiosos para esclarecer, desmistificar e identificar os conteúdos mais relevantes para o seu público.

A monitorização dos comentários e de menções em outras páginas também são um parâmetro de análise. Afinal, o que dizem sobre a sua marca ou projeto nas redes sociais é importante para avaliar se a sua estratégia e o impacto está a ser positivo.

Preparado para criar uma estratégia de conteúdos mais eficaz para o seu negócio?

A Poppy Power Public Relations tem serviços de consultoria estratégica para profissionais e empresas, que desejem criar um posicionamento único e um ADN de conteúdo para a sua marca ou projeto.

pt_PTPortuguese
en_USEnglish pt_PTPortuguese